Traumas Coletivos e Complexos Culturais no Filme – “O Mordomo da Casa Branca”

Weisstub e Galili-Weisstub (2004) exploram a experiência do trauma e sua influência na formação de complexos, tanto na psique do indivíduo quanto na psique do grupo. A elucidação da interação dinâmica do complexo, na psique individual e do grupo, configura-se como tarefa que requer a circum-ambulação em torno do tema. Para os autores, os traumas externos 

Continue lendo