A análise junguiana e a medicina contemporânea

“(…) se a autonomia não fosse a nostalgia secreta de muitos, talvez o indivíduo não tivesse condições de sobrevivência moral e espiritualmente à repressão coletiva.” C. G. Jung (2013 §34) Esta frase de Carl G. Jung traz a reflexão sobre o processo analítico, o terapeuta, em especial um médico, e como ele lida com seus 

Continue lendo