Sonhos: reais ou imaginários?

Os sonhos são processos psíquicos estudados por diferentes áreas e principalmente pela psicologia. O ciclo do sono e dos sonhos é interligado. Todos nós sonhamos, porém muitas vezes não conseguimos lembrar do seu conteúdo. De um modo geral, também relacionamos o sonho com a imaginação, o devaneio, o encantamento, a ficção, a utopia e, para muitos sonhar é 

Continue lendo

Perversidade social: o sombrio espelho que nos revela

A etimologia da palavra perversidade vem do latim pervertere que corresponde o ato ou efeito de inverter, tornar-se perverso, corromper, desmoralizar, depravar. Nos dicionários o sinônimo de perversão é de alguém malvado, aquele que tem má índole, quem tem tendência a praticar crueldades. Ninguém se identifica como uma pessoa má, cruel, corrupta, mas muitos somos fascinados ou 

Continue lendo

LGBT, sexualidade, pcd e o filme “Hoje eu quero voltar sozinho”, sob uma perspectiva junguiana

No filme Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, temos um importante retrato da realidade dos adolescentes no tocante às suas orientações sexuais e o contato com essa importante diversidade sexual representada pelo LGBT. Com um tom sensível, a narrativa é mostrada de forma bem intimista. São abordados os anseios do protagonista (Leonardo), suas relações interpessoais, suas novas 

Continue lendo

A ausência paterna e seu impacto na construção dos vínculos afetivos

Pretendo analisar neste artigo, os possíveis impactos da “ausência” física e/ou afetiva da figura paterna na vida de filhos adultos e na aparente dificuldade apresentada por eles em estabelecer e manter vínculos afetivos e familiares, levando à desconstrução das dinâmicas e arranjos vinculares tradicionais, que vemos ocorrer com grande frequência na atualidade. Minha hipótese é 

Continue lendo

E agora Covid?

Depois de um dia intenso de trabalho médico, atendendo pacientes ansiosas e com muito medo, chego em casa exausta e me pergunto com a poesia de Carlos Drummond de Andrade: “E agora, José? A festa acabou, a luz apagou, o povo sumiu, a noite esfriou…”. O Sars-Cov 2 invadiu o planeta como uma deusa irada, 

Continue lendo

O juiz e o perdão

Como juiz ele decidia o destino de muitos. Não por gosto, mas ele saboreava o poder de decidir. Naquele hospital ele era apenas o “AVC do 12”. Os médicos esqueceram-se de sua humanidade e se preocuparam apenas em nomear órgãos doentes, como muitas vezes ele fizera com o réu no tribunal ao se reportar aos 

Continue lendo

A Igreja do Diabo

O conto “A Igreja do Diabo, de Machado de Assis, talvez seja o seu melhor trabalho como contista, publicado no livro “Histórias Sem Data”. Nesse conto o leitor entra em contato com as dimensões contraditórias da natureza humana, diante de uma mesma realidade. Nele percebemos um Diabo com o espírito semelhante ao nosso. Tal Diabousa 

Continue lendo

Sobre Covid, Clarice e Pássaros

O dia nasce pesado, cinzento, contrastando com o azul brilhante do céu de Salvador. Atualizo o número de mortes por Covid-19 no Brasil — mais de 295 mil. A dor tem peso real e se antecipa aos números, constato, ela é um sopro invasivo e não precisa de atualizações. Olho o relógio e vejo que 

Continue lendo

Para uma menina, com amor

Querida criança que habita o meu coração, que está doente e que sofre. Do lugar em que me encontro agora já posso enxergar a tua dor, tão disfarçada que estava pelo que tinhas de alegre e forte. E posso percebê-la agora, porque já vejo, entendo e acolho a minha dor. Por isso, minha menina, é 

Continue lendo

Maternidade: escolha ou obrigação?

Na sociedade em que vivemos hoje, ser ou não ser mãe ainda é um tabu quase proibido de se questionar. É claro que algumas mulheres e homens podem contestar, mas a realidade é que a maior parte da sociedade, ao menos a brasileira e não só, enaltece a maternidade como destino natural da vida de 

Continue lendo