Sobre Covid, Clarice e Pássaros

O dia nasce pesado, cinzento, contrastando com o azul brilhante do céu de Salvador. Atualizo o número de mortes por Covid-19 no Brasil — mais de 295 mil. A dor tem peso real e se antecipa aos números, constato, ela é um sopro invasivo e não precisa de atualizações. Olho o relógio e vejo que 

Continue lendo

Para uma menina, com amor

Querida criança que habita o meu coração, que está doente e que sofre. Do lugar em que me encontro agora já posso enxergar a tua dor, tão disfarçada que estava pelo que tinhas de alegre e forte. E posso percebê-la agora, porque já vejo, entendo e acolho a minha dor. Por isso, minha menina, é 

Continue lendo

Maternidade: escolha ou obrigação?

Na sociedade em que vivemos hoje, ser ou não ser mãe ainda é um tabu quase proibido de se questionar. É claro que algumas mulheres e homens podem contestar, mas a realidade é que a maior parte da sociedade, ao menos a brasileira e não só, enaltece a maternidade como destino natural da vida de 

Continue lendo

PARTE DE MIM – Um diálogo com a sombra

Vem cá. Quero falar contigo, que sempre me fala de doenças e de morte e me faz pensar em coisas tão duras, imaginar catástrofes, desconfiar de pessoas, incentivar minha insegurança, desacreditar de mim, criar situações que não existem, infligir pensamentos horripilantes, e me causar tanto pavor. Recordo-me de ti desde muito cedo; criança fugindo da 

Continue lendo